Sunday, September 15, 2013

NÃO HÁ CERTEZA DE NADA



É melhor a dúvida do que ter convicção em tudo, pois a parte boa da certeza é a incerteza da inesperada chegada dela. Não interessa que ela venha carregada de coisas boas ou ruins, o importante é sempre tê-la, mesmo que seja por um instante, mesmo que se tenha de esquecer a dor, as lágrimas, a tristeza, a solidão e a depressão para que se possa finalmente pensar apenas em espaço e estrelas. 
  




“Os poetas muitas vezes descrevem o amor como uma emoção que não podemos controlar, uma emoção que abafa a lógica e o senso comum.”
                              Nicholas Sparks - O caderno de Noah


   



Antes que se possa encontrar alguma resposta concreta o medo cerca tudo e perde-se o desejo de falar, de acreditar e aceitar. A dúvida rejeita a diferença mascarando o querer algo por aquilo que não é para ser, pois a verdade é que ninguém quer ir embora de vez, porém, espera-se sempre por alguma resposta, nem que seja somente uma. 
 

 “Fui sempre um crente convicto em Deus e no poder da oração embora, para ser honesto, a minha fé tenha acabado por me suscitar uma lista de perguntas que, definitivamente, só quero que sejam respondidas depois de eu partir.” 
             Nicholas Sparks - O caderno de Noah
                                

 
      
O belo momento da vida é para viver e recordar, visto que nada pertence a nada, pois resta apenas oferecer o que se tem de melhor para o outro. Saber que há defeitos que nunca ficam ocultos, e, qualidades que nunca são claras, saber ainda, que os dois lados são imprevisíveis e imprescindíveis.    



“A razão por que a despedida nos dói tanto é que nossas almas estão ligadas. Talvez sempre tenham sido e sempre serão. Talvez nós tenhamos vivido mil vidas antes desta e em cada uma delas nós nos encontramos. E talvez a cada vez tenhamos sido forçados a nos separar pelos mesmos motivos. Isso significa que este adeus é ao mesmo tempo um adeus pelos últimos dez mil anos e um prelúdio do que virá."                                                                                              
                                                                                           Nicholas Sparks - O caderno de Noah

 

Desejar e rejeitar são partes racionais da vida para mergulhar na teia da ilusão das noites solitárias de qualquer ser humano, mas é preciso compreender e aprender que o amor incondicional é libertador.